Arquivo para janeiro, 2011

Jundiaí, SP – O Tempo Parou e o Abandono Chegou

Posted in Companhia Paulista de Estradas de Ferro, Expresso Turístico, Jundiaí, Preto & Branco, Shots with tags , , , , , on 31/01/2011 by tomazsp

Minha grande vontade de voltar a Jundiaí está dividida em duas coisas: 1° fotografar os galpões do Museu da Companhia Paulista de Estrada de Ferro e 2° ter a oportunidade de tomar o vinho delicioso de novo e comer o queijo que havíamos comprado. Gostei de ter ido pra Jundiaí e há muita oportunidade de fazer ótimas fotografias e sinto que uma só ida não seria o suficiente para fotografar tudo, mas essa é a intenção, ir várias vezes e notar as mudanças presentes. Também fiquei com vontade de desbravar uma Fábrica Abandonada de Cimento que fica no meio do percurso do Expresso Turístico. Outra lugar que preciso tentar ir neste ano é a área Abandona da Vasp no Aeroporto de Congonhas, já havia visto fotografias num blog  e depois passou na TV e disseram que pretendem desativar até o final deste ano, entrar lá não será uma tarefa fácil.

  • Câmera: Canon 50D
  • Lentes: Canon 28-135 f/3.5
  • Configuração: Modo Manual
  • Distância Focal: 33mm
  • ISO: 800
  • Exposição: 1/160
  • Abertura: f/5
  • Pós-Produção: Photoshop CS4, Dfine, Silver Efex Pro

 

Clicando o Fotógrafo: André Matos (Espirit)

Posted in André Matos (Espirit), Clicando o Fotógrafo, M42, Projeto with tags , , , on 30/01/2011 by tomazsp

Um tanto quanto retrô os post do “Clicando o Fotógrafo” deste mês, primeiro Luciano que segue a vertente de usar Câmeras Analógicas e agora André Matos, também conhecido como Espirit, que usa as Lentes Manuais antigas em DSLR, um uso que está voltando e ficando difícil de encontrar Lentes antigas em qualquer lugar, a procura está sendo grande e as pessoas então aderindo na buscar de uma qualidade ótima a baixo custo. Eu mesmo aderi a essa ideia, já mostrei algumas fotografia que fiz com elas.

Conheci o Espirit numa procura sobre as Lentes M42 que eu vi o nome dele em outro Blog, onde ele vendia tais equipamentos. Achei ele no Digiforum e li o tópico inteiro sobre o assunto, grandes informações e conhecimento recebi de lá dele e de outros mais que compõem aquele tópico. Por enquanto só tenho vontade de comprar uma Ultra Tele de 400mm ou 500mm, cara e rara de encontrar, fotos da Lua com ela ficam fantástica. Mas no momento usuários Nikon ficam frustrados pois a geração dos Adaptadores M42 por enquanto não são 100% funcionais, usuários Canon tem visto certas evoluções significativas como confirmação de Foco e Foco Infinito.

Você pode seguir ele no Flickr e VirtualMagic

Jatai Bee

Macro usando Lente Manual  Rokkor 50mm f/3.5 Macro + Tubo de Extensão e Tripé

Me chamo André de Matos Alves , 31 anos, sou apaixonado por web e fotografia, me encontra como espirit (digiforum, esquinadafoto, brfoto) e espiritkiller (mercadolivre e ebay). Minha primeira Câmera foi uma compacta Kodak 35mm semi automática que ganhei de aniversário, sempre fui apaixonado mas tinha pouca condição na época até para revelar os filmes. Depois que fundei a VirtualMagic, minha agencia de criação web , foto e publicidade, em 2000, comprei uma Sony Mavica digital que gravava as fotos em disquete, isso facilitava o auxílio aos clientes na produção de imagens para web, depois passei para uma P52 da Sony compacta, mas sentia falta dos 10X de Zoom Ótico que tinha na Mavica, então me organizei e comprei uma Sony H1, nessa época que conheci o Digiforum, fiz vários amigos e me apaixonei por Fotografia Macro.

Maricatas

Foto realizada no Sul de Minas Gerais, Itapeva com uma Lente Manual Flexar 400mm f/6.3

O passo natural era uma DSLR, mas as lentes boas sempre foram caras, e quando comprei uma XTi, sentia necessidade de ter outras lentes, e fazer minhas Macros, então descobri o uso de Lentes antigas com o uso de adaptadores, que somadas a um tubo de extensão viravam excelentes Lentes Macros. Minha primeira Lente foi uma Russa Prime (corpo de metal, clara e ótica de qualidade superior de vidro/cristal) Helios 44m 4 que é uma 58mm F2,  o conjunto é tão bom tanto para Macro quanto Retratos, que no mesmo dia coloquei a venda minha 50mm f/1.8 eletrônica da Canon. Comecei a pesquisar sobre o assunto, usava cada vez mais e mais, comecei a limpar e revisar lentes, e a coisa cresceu, vendi vários kits Macros e Lentes Primes no Digiforum, e fiz outros grandes amigos que se contagiaram e também se apaixonaram pela técnica e que hoje usam Lentes Manuais de alta qualidade e fazem Fotos melhores do que muitos que tem mais condições, que compram as versões eletrônicas e caras.

Zeiss Jena Sonnar 180mm f/2.8

Foto feita com Lente Manual Rikenon 50mm f/1.4

Continuo na jornada e sou um experimentador, já Fotografei até com lente de Câmera de Fole na minha atual Canon 50D, e prefiro usar Canon pela facilidade de adaptação de Lentes antigas, inclusive Lentes Manuais Nikon, Zeiss, Takumar, Yashinon, Pentax, e outras Russas , Alemãs e Japonesas que uso no dia a dia sem dever nada e por preços módicos, algumas são realmente raras e caras, mas ter a essência da Fotografia, somada a um corpo eletrônico com melhores recursos é realmente fantástico, usar a custo relativamente baixo,  por exemplo uma 50mm f/1.4 (equivalente a uma 80mm f/1.4  no Sensor APS-C) com iso alto e limpo na 50D é realmente impressionante. Dentre algumas Lentes que me orgulho de ter no set estão: Super Multi Coated Takumar 500mm f/4.5 (não é espelho) pesa 3.5kg e tem 50cm, já que continuo apaixonado por tele, uma Tair3 300mm f/4.5 Granprix Brussels 1958, linda, pintura black piano, é impressionante a qualidade e acabamento dessa lente  de mais de 40 anos de idade, ótica Komz que também fabricou Jupiter e Mir , que são as 3 que levaram esse prêmio Granprix (primeiro lugar) em Bruxelas em 1958 por design e qualidade, uma Zeiss Sonnar Jena 180mm f/2.8  zebrapara Pentacon Six que uso com adaptador Canon Eos, linda e gigante, pesa uns 2kg, é essa com a Contax de um amigo. Convido a todos a experimentar o melhor dos dois mundos e irão se surpreender com a qualidade, se precisarem de de Lentes Primes revisadas para uso geral ou Macro, estou a disposição, podem mandar e-mail para gespirit@gmail.com

Power Lines

Feita de dentro do carro com Lente Manual Yashinon 60mm f/2.8, tom azul devido a variação do White Balance

Blue Moon

Uma de minhas paixões, a Lua, essa com a Lente Manual Takumar 500mm f/4.5, sem crop

Fly Eyes

Foto com Lente Manual Helios 58mm f/2 + Tubo de Extensão + 100% de crop

São Paulo, SP – Por Onde a Luz Chega

Posted in Agradecimento, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Histórico, São Paulo, Shots with tags , , , on 29/01/2011 by tomazsp

Primeiramente queria agradecer a todos que visitam o Blog, pois ontem alcançamos a incrível marca de 5 mil visitas! Estou muito feliz com o desempenhos que o CTM está recebendo e por isso todas as vezes que vou fotografar me esforço para fazer o melhor, mas ainda há muito o que aprender e tenho aprendido muito, isso podem ter certeza.

Está fotografia fiz em base em uma que eu vi pesquisando sobre o CCBB, senti uma dificuldade em enquadrar a abertura dos andares, a distância focal em uma Câmera Crop não ajuda muito em determinados momentos, mas temos que nos virar e inovar no que diz a respeito em enquadramento. Gostei muito da arquitetura do Centro Cultural, algo surreal e bem conservado, espero voltar essa semana para poder ver a exposição sobre o Islã que está acontecendo lá.

  • Câmera: Canon 50D
  • Lentes: Canon 28-135 f/3.5
  • Configuração: Modo Manual
  • Distância Focal: 28mm
  • ISO: 200
  • Exposição: 1/60
  • Abertura: f/6,3
  • Pós-Produção: Photoshop CS4, Color Efex Pro, Dfine

 

Itupeva, SP – Verde

Posted in Expresso Turístico, Fruta, Itupeva, M42, Shots with tags , , , , , , on 28/01/2011 by tomazsp

Só de ver esta fotografia já me dá vontade de comer mais uva, tão verdinhas e com uma cara que devem estar um puro doce. Essa foi a última parada do passeio no dia do Expresso Turístico em Jundiaí, uma vinícola, onde pudemos conhecer um pouco sobre o cultivo de Uvas, experimentar um suco delicioso, um vinho docinho, salame caseiro e não posso esquecer de um queijo extremamente saboroso, que posso encaixar como um dos melhores que eu já comi.

Fotografia que fiz com a Takumar 50mm f/1.4, gosto muito das cores dela e o Pós-Produção realçou mais ainda. Ainda não consegui me desprender da Canon 28-135mm, estou precisando fazer isso para um aprendizado de uma unica distância focal. Só encontrei um problemas nessas Lentes M42, solucionável ao meu ver, é a fotometria que as vezes aparece como certa mas a fotografia sai um pouco estourada ou escura. Por isso que eu tenho que me desprender da Canon para compreender melhor a fotometria e as outras lições que giram em torno da 50mm.

  • Câmera: Canon 50D
  • Lentes: Takumar 50 f/1.4
  • Configuração: Modo Manual
  • Distância Focal: 50mm
  • ISO: 100
  • Exposição: 1/200
  • Abertura: f/4

Itanhaém, SP – Igreja Matriz de Sant’Anna (HDR)

Posted in História, Igreja, Itanhaém, Shots with tags , , , on 27/01/2011 by tomazsp

Ontem eu e minha família fomos ao litoral paulista, mais especificamente a Itanhaém, para almoçar e de quebra fiz algumas fotografias por onde deu para fazer. Está é a Igreja Matriz de Sant’Anna que teve sua construção iniciada entre os anos de 1642 a 1679 e fica bem próximo do Convento Nossa Senhora da Conceição, onde está última era a Matriz até então. Houve muita dificuldade para concluir está obra e a fachada é mantida até hoje com a sua configuração original. Ela está um pouco deteriorada por dentro e por fora, acho que deveria haver um consentimento para o cuidado mais rigoroso da Igreja e do Convento que são marcas extremamente importantes da nossa história e cultural, um pouco sobre o nosso Brasil.

  • Câmera: Canon 50D
  • Lentes: Canon 28-135 f/3.5
  • Configuração: Modo Manual
  • Distância Focal: 28mm
  • ISO: 100
  • Exposição: HDR 5 exposições (+2 a -2)
  • Abertura: F/16
  • Equipamento: Tripé
  • Pós-Produção: Photoshop CS4, HDR Efex Pro

 

São Paulo, SP – Itália

Posted in Arranha-Céu, Centro Histórico, Edifício Itália, Passeio Fotográfico, São Paulo, São Paulo 457 anos, Shots with tags , , , , , on 26/01/2011 by tomazsp

Post pós Passeio Fotográfico em comemoração aos 457 anos de São São Paulo. Saímos da Avenida Augusta e terminamos no ponto onde São Paulo começou, o Pátio do Colégio. Passeio muito agradável, porém com um sol que castigou muito. O importante é que valeu muito a pena e outra oportunidade de fotografar no Centro vai ser muito raro. Deu para fazer várias fotografias e vai ter muito o que postar, um belo banco de dados.

O Edifício Itália é o segundo maior da cidade com 165 metros e inaugurado em 1965, números até semelhantes. Fica localizado na região da Praça da República, vizinho do famoso Copan, do qual ainda não tive oportunidade fotografar e espero fazer isso logo. Vejo que o Centro a cada dia está sendo revitalizado mas ao mesmo tempo como as grandes capitais do Mundo sofre  com a violência e a falta de um lugar apropriado para manter os moradores de ruas. Grandes eventos estão vindo daqui a alguns anos para cá, espero que isso ajude mais no desenvolvimento de São Paulo.

  • Câmera: Canon 50D
  • Lentes: Canon 28-135 f/3.5
  • Configuração: Modo Manual
  • Distância Focal: 70mm
  • ISO: 100
  • Exposição: 1/160
  • Abertura: f/10
  • Pós-Produção: Photoshop CS4, Color Efex Pro

 

São Paulo, SP – Centro Cultural Banco do Brasil (HDR)

Posted in Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Histórico, HDR, História, São Paulo, São Paulo 457 anos, Shots with tags , , , , on 25/01/2011 by tomazsp

Feliz Aniversário São Paulo pelos 457 anos de pura história e conquistas! A melhor cidade do mundo na minha opinião, tudo bem que não viajei pelo mundo, mas só de viver nela já sinto isso. Mesmo morando a 2 anos no interior, sei que São Paulo sempre será a minha casa e estará de braços abertos. Espero voltar daqui uns anos para essa cidade majestosa, as férias e os fins de semana sempre me deixam com um gostinho a mais dela.

Pensei que iria ser difícil escolher uma fotografia para este dia, mas acho que fotografei o Centro Cultural de propósito para está ocasião. Um achado um tanto quanto demorado, encravado na meio da entranhas, estava tão perto dos lugares que eu passo e nunca havia passado em frente. Este prédio foi construído em 1901 e comprado em 1923 pelo Banco do Brasil, onde sofreu uma reforma em 1927 tornando o primeiro prédio próprio do BB na capital. Voltarei outras vezes para fazer fotografias de outras partes do lugar, espero poder fotografar o cofre que há lá, mas para isso preciso de uma Lente Grande Angular para poder capturar um espaço maior.

Novamente Feliz Aniversário São Paulo!

  • Câmera: Canon 50D
  • Lentes: Canon 28-135 f/3.5
  • Configuração: Modo Manual
  • Distância Focal: 28mm
  • ISO: 100
  • Exposição: HDR 5 exposições (+2 a -2)
  • Abertura: F/10
  • Equipamento: Tripé
  • Pós-Produção: Photoshop CS4, HDR Efex Pro