Clicando o Fotógrafo: André Matos (Espirit)

Um tanto quanto retrô os post do “Clicando o Fotógrafo” deste mês, primeiro Luciano que segue a vertente de usar Câmeras Analógicas e agora André Matos, também conhecido como Espirit, que usa as Lentes Manuais antigas em DSLR, um uso que está voltando e ficando difícil de encontrar Lentes antigas em qualquer lugar, a procura está sendo grande e as pessoas então aderindo na buscar de uma qualidade ótima a baixo custo. Eu mesmo aderi a essa ideia, já mostrei algumas fotografia que fiz com elas.

Conheci o Espirit numa procura sobre as Lentes M42 que eu vi o nome dele em outro Blog, onde ele vendia tais equipamentos. Achei ele no Digiforum e li o tópico inteiro sobre o assunto, grandes informações e conhecimento recebi de lá dele e de outros mais que compõem aquele tópico. Por enquanto só tenho vontade de comprar uma Ultra Tele de 400mm ou 500mm, cara e rara de encontrar, fotos da Lua com ela ficam fantástica. Mas no momento usuários Nikon ficam frustrados pois a geração dos Adaptadores M42 por enquanto não são 100% funcionais, usuários Canon tem visto certas evoluções significativas como confirmação de Foco e Foco Infinito.

Você pode seguir ele no Flickr e VirtualMagic

Jatai Bee

Macro usando Lente Manual  Rokkor 50mm f/3.5 Macro + Tubo de Extensão e Tripé

Me chamo André de Matos Alves , 31 anos, sou apaixonado por web e fotografia, me encontra como espirit (digiforum, esquinadafoto, brfoto) e espiritkiller (mercadolivre e ebay). Minha primeira Câmera foi uma compacta Kodak 35mm semi automática que ganhei de aniversário, sempre fui apaixonado mas tinha pouca condição na época até para revelar os filmes. Depois que fundei a VirtualMagic, minha agencia de criação web , foto e publicidade, em 2000, comprei uma Sony Mavica digital que gravava as fotos em disquete, isso facilitava o auxílio aos clientes na produção de imagens para web, depois passei para uma P52 da Sony compacta, mas sentia falta dos 10X de Zoom Ótico que tinha na Mavica, então me organizei e comprei uma Sony H1, nessa época que conheci o Digiforum, fiz vários amigos e me apaixonei por Fotografia Macro.

Maricatas

Foto realizada no Sul de Minas Gerais, Itapeva com uma Lente Manual Flexar 400mm f/6.3

O passo natural era uma DSLR, mas as lentes boas sempre foram caras, e quando comprei uma XTi, sentia necessidade de ter outras lentes, e fazer minhas Macros, então descobri o uso de Lentes antigas com o uso de adaptadores, que somadas a um tubo de extensão viravam excelentes Lentes Macros. Minha primeira Lente foi uma Russa Prime (corpo de metal, clara e ótica de qualidade superior de vidro/cristal) Helios 44m 4 que é uma 58mm F2,  o conjunto é tão bom tanto para Macro quanto Retratos, que no mesmo dia coloquei a venda minha 50mm f/1.8 eletrônica da Canon. Comecei a pesquisar sobre o assunto, usava cada vez mais e mais, comecei a limpar e revisar lentes, e a coisa cresceu, vendi vários kits Macros e Lentes Primes no Digiforum, e fiz outros grandes amigos que se contagiaram e também se apaixonaram pela técnica e que hoje usam Lentes Manuais de alta qualidade e fazem Fotos melhores do que muitos que tem mais condições, que compram as versões eletrônicas e caras.

Zeiss Jena Sonnar 180mm f/2.8

Foto feita com Lente Manual Rikenon 50mm f/1.4

Continuo na jornada e sou um experimentador, já Fotografei até com lente de Câmera de Fole na minha atual Canon 50D, e prefiro usar Canon pela facilidade de adaptação de Lentes antigas, inclusive Lentes Manuais Nikon, Zeiss, Takumar, Yashinon, Pentax, e outras Russas , Alemãs e Japonesas que uso no dia a dia sem dever nada e por preços módicos, algumas são realmente raras e caras, mas ter a essência da Fotografia, somada a um corpo eletrônico com melhores recursos é realmente fantástico, usar a custo relativamente baixo,  por exemplo uma 50mm f/1.4 (equivalente a uma 80mm f/1.4  no Sensor APS-C) com iso alto e limpo na 50D é realmente impressionante. Dentre algumas Lentes que me orgulho de ter no set estão: Super Multi Coated Takumar 500mm f/4.5 (não é espelho) pesa 3.5kg e tem 50cm, já que continuo apaixonado por tele, uma Tair3 300mm f/4.5 Granprix Brussels 1958, linda, pintura black piano, é impressionante a qualidade e acabamento dessa lente  de mais de 40 anos de idade, ótica Komz que também fabricou Jupiter e Mir , que são as 3 que levaram esse prêmio Granprix (primeiro lugar) em Bruxelas em 1958 por design e qualidade, uma Zeiss Sonnar Jena 180mm f/2.8  zebrapara Pentacon Six que uso com adaptador Canon Eos, linda e gigante, pesa uns 2kg, é essa com a Contax de um amigo. Convido a todos a experimentar o melhor dos dois mundos e irão se surpreender com a qualidade, se precisarem de de Lentes Primes revisadas para uso geral ou Macro, estou a disposição, podem mandar e-mail para gespirit@gmail.com

Power Lines

Feita de dentro do carro com Lente Manual Yashinon 60mm f/2.8, tom azul devido a variação do White Balance

Blue Moon

Uma de minhas paixões, a Lua, essa com a Lente Manual Takumar 500mm f/4.5, sem crop

Fly Eyes

Foto com Lente Manual Helios 58mm f/2 + Tubo de Extensão + 100% de crop

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: