Archive for the Clicando o Fotógrafo Category

Clicando o Fotógrafo: André Matos (Espirit)

Posted in André Matos (Espirit), Clicando o Fotógrafo, M42, Projeto with tags , , , on 30/01/2011 by tomazsp

Um tanto quanto retrô os post do “Clicando o Fotógrafo” deste mês, primeiro Luciano que segue a vertente de usar Câmeras Analógicas e agora André Matos, também conhecido como Espirit, que usa as Lentes Manuais antigas em DSLR, um uso que está voltando e ficando difícil de encontrar Lentes antigas em qualquer lugar, a procura está sendo grande e as pessoas então aderindo na buscar de uma qualidade ótima a baixo custo. Eu mesmo aderi a essa ideia, já mostrei algumas fotografia que fiz com elas.

Conheci o Espirit numa procura sobre as Lentes M42 que eu vi o nome dele em outro Blog, onde ele vendia tais equipamentos. Achei ele no Digiforum e li o tópico inteiro sobre o assunto, grandes informações e conhecimento recebi de lá dele e de outros mais que compõem aquele tópico. Por enquanto só tenho vontade de comprar uma Ultra Tele de 400mm ou 500mm, cara e rara de encontrar, fotos da Lua com ela ficam fantástica. Mas no momento usuários Nikon ficam frustrados pois a geração dos Adaptadores M42 por enquanto não são 100% funcionais, usuários Canon tem visto certas evoluções significativas como confirmação de Foco e Foco Infinito.

Você pode seguir ele no Flickr e VirtualMagic

Jatai Bee

Macro usando Lente Manual  Rokkor 50mm f/3.5 Macro + Tubo de Extensão e Tripé

Me chamo André de Matos Alves , 31 anos, sou apaixonado por web e fotografia, me encontra como espirit (digiforum, esquinadafoto, brfoto) e espiritkiller (mercadolivre e ebay). Minha primeira Câmera foi uma compacta Kodak 35mm semi automática que ganhei de aniversário, sempre fui apaixonado mas tinha pouca condição na época até para revelar os filmes. Depois que fundei a VirtualMagic, minha agencia de criação web , foto e publicidade, em 2000, comprei uma Sony Mavica digital que gravava as fotos em disquete, isso facilitava o auxílio aos clientes na produção de imagens para web, depois passei para uma P52 da Sony compacta, mas sentia falta dos 10X de Zoom Ótico que tinha na Mavica, então me organizei e comprei uma Sony H1, nessa época que conheci o Digiforum, fiz vários amigos e me apaixonei por Fotografia Macro.

Maricatas

Foto realizada no Sul de Minas Gerais, Itapeva com uma Lente Manual Flexar 400mm f/6.3

O passo natural era uma DSLR, mas as lentes boas sempre foram caras, e quando comprei uma XTi, sentia necessidade de ter outras lentes, e fazer minhas Macros, então descobri o uso de Lentes antigas com o uso de adaptadores, que somadas a um tubo de extensão viravam excelentes Lentes Macros. Minha primeira Lente foi uma Russa Prime (corpo de metal, clara e ótica de qualidade superior de vidro/cristal) Helios 44m 4 que é uma 58mm F2,  o conjunto é tão bom tanto para Macro quanto Retratos, que no mesmo dia coloquei a venda minha 50mm f/1.8 eletrônica da Canon. Comecei a pesquisar sobre o assunto, usava cada vez mais e mais, comecei a limpar e revisar lentes, e a coisa cresceu, vendi vários kits Macros e Lentes Primes no Digiforum, e fiz outros grandes amigos que se contagiaram e também se apaixonaram pela técnica e que hoje usam Lentes Manuais de alta qualidade e fazem Fotos melhores do que muitos que tem mais condições, que compram as versões eletrônicas e caras.

Zeiss Jena Sonnar 180mm f/2.8

Foto feita com Lente Manual Rikenon 50mm f/1.4

Continuo na jornada e sou um experimentador, já Fotografei até com lente de Câmera de Fole na minha atual Canon 50D, e prefiro usar Canon pela facilidade de adaptação de Lentes antigas, inclusive Lentes Manuais Nikon, Zeiss, Takumar, Yashinon, Pentax, e outras Russas , Alemãs e Japonesas que uso no dia a dia sem dever nada e por preços módicos, algumas são realmente raras e caras, mas ter a essência da Fotografia, somada a um corpo eletrônico com melhores recursos é realmente fantástico, usar a custo relativamente baixo,  por exemplo uma 50mm f/1.4 (equivalente a uma 80mm f/1.4  no Sensor APS-C) com iso alto e limpo na 50D é realmente impressionante. Dentre algumas Lentes que me orgulho de ter no set estão: Super Multi Coated Takumar 500mm f/4.5 (não é espelho) pesa 3.5kg e tem 50cm, já que continuo apaixonado por tele, uma Tair3 300mm f/4.5 Granprix Brussels 1958, linda, pintura black piano, é impressionante a qualidade e acabamento dessa lente  de mais de 40 anos de idade, ótica Komz que também fabricou Jupiter e Mir , que são as 3 que levaram esse prêmio Granprix (primeiro lugar) em Bruxelas em 1958 por design e qualidade, uma Zeiss Sonnar Jena 180mm f/2.8  zebrapara Pentacon Six que uso com adaptador Canon Eos, linda e gigante, pesa uns 2kg, é essa com a Contax de um amigo. Convido a todos a experimentar o melhor dos dois mundos e irão se surpreender com a qualidade, se precisarem de de Lentes Primes revisadas para uso geral ou Macro, estou a disposição, podem mandar e-mail para gespirit@gmail.com

Power Lines

Feita de dentro do carro com Lente Manual Yashinon 60mm f/2.8, tom azul devido a variação do White Balance

Blue Moon

Uma de minhas paixões, a Lua, essa com a Lente Manual Takumar 500mm f/4.5, sem crop

Fly Eyes

Foto com Lente Manual Helios 58mm f/2 + Tubo de Extensão + 100% de crop

Anúncios

Clicando o Fotógrafo: Luciano Shimomoto

Posted in Clicando o Fotógrafo, Luciano Shimomoto, Projeto with tags , , on 02/01/2011 by tomazsp

O mês de dezembro foi um pouco corrido, tive que ficar em Assis até a metade do mês por dois motivos e pegava um tempinho que me sobrava para postar as fotografias. Fui querer resolver quem seria o fotógrafo da vez no “Clicando o Fotógrafo” na semana do natal, quem é que conseguiria fazer alguma coisa nessa semana. Praticamente esse tópico já está pronto desde quarta, mas como eu havia decidido só irei postar de domingo. E nesse mês de janeiro teremos dois post do projeto. Espero que todos gostem pois o Luciano e o próximo que não irei revelar por enquanto são muitos bons, ambos bem distintos na minha opinião.

Segundo dia do ano e mais um post do projeto, Luciano Shimomoto é um fotógrafo das antigas, já fotografou com uma DSLR mas prefere e fotografa com uma Analógica. Gostei muito das suas fotografias, achei ele no Flickr por acaso e depois que reparei nas descrições de cada fotografia, vi que eram com Câmeras Analógicas. Estou vendo que o Flickr é usado por mim para dar uma de olheiro, já que Blogs de fotografia são bem raros aqui no Brasil. Quando entrei no mundo da fotografia, cogitei começar com uma Analógica, uma Praktica MTL3, mas desisti da ideia por causa que a Câmera estava um pouco avariada, a procura de filme e revelação seria algo díficil também, mesmo eu morando em São Paulo, mas Luciano preferia seguir o contra fluxo. Espero que vocês gostem das fotografias dele!

Você pode seguir ele no Flickr

Senhor dos Mundos

Canon EOS 3000N, Canon EF 50mm f/1.8, 50mm, Filme Fujicolor ISO400 rebobinado invertido para a técnica de Redscale e fotometrado como ISO 25

Me chamo Luciano Shimomoto, tenho 31 anos, nascido no dia 18 de julho de 1979, comecei a fotografar ainda criança, lembro de quando ganhei de minha mãe uma Câmera Rangefinder, dessas compactas da marca Yashica. Foi desde essa época que me interessei por Fotografia  Analógica, lembro que quando criança sempre queimava alguns filmes.
Lembro que nessa época, sempre olhava nas vitrines de lojas de fotografia e sempre namorava uma Zenit, mas não lembro o modelo, deveria ser uma 12XP. Na adolescência me desinteressei pela fotografia, queria ser músico, como muitos da minha época, ai surgiu o boom das digitais, logo comprei uma compacta, achei até legal. Aos 24 anos fui trabahar no Japão, lá fiquei louco pela fotografia. Logo comprei uma Rebelzinha XT, comprei algumas lentes e voltei a praticar e estudar profundamente a fotografia, quando retornei ao Brasil, não pensei 2 vezes, comprei logo uma Nikon FM10, toda mecânica, logo depois comprei uma EOS 3000N para eu usar com minhas lentes da digital e fui a cada dia abandonando a digital. Comprei recentemente um scanner fotografico , Scanjet HP 4050 e sigo fotografando.
O que me atrai no analógico, é a sua personalidade, os grãos me atraem, diferente do digital, o analógico deixa a imagem mais aveludada, como no audio analógico, o prazer de escutar um vinil é como ver uma fotografia totalmente analógica.
Nada contra o digital, acho muito legal pra quem trabalha profissionalmente, o digital é lindo em fotografias still e de modas, pretendo fazer um upgrade na minha câmera digital, mas antes quero comprar uma Ragefinder de filme, a clássica Canonet.

Meus equipamentos:

Câmeras: Canon EOS Rebel XT, Canon EOS 3000N, Nikon FM10

Lentes: Canon EF 50mm f/1.8, Canon EF 75-300mm f/4-5.6, Tamron 28-75mm f/2.8, Sigma 10-20mm f/3.5-4

Scanner: Scanjet 4050

Beija-Flor

Canon EOS 3000N, Canon EF 75-300mm f/4-5.6, Filme Kodakcolor ISO 400

Crianças Pedalando

Canon EOS 3000N, Tamron 28-75mm f/2.8, Filme Fuji Superia ISO 400

Rolê de Bike

Nikon FM10, Nikkor 35-55mm, Filme Kodak Proimage ISO 200

Bigodão

Nikon FM10, Nikkor 35-55mm, Filme Fuji Superia ISO 400

Skiing

Canon EOS 3000N, Tamron 28-75mm f/2.8, Filme Kodak Proimage ISO 200

Clicando o Fotógrafo: Yuricka Takahashi

Posted in Clicando o Fotógrafo, Projeto, Yuricka Takahashi with tags , , on 02/11/2010 by tomazsp

Hoje começo com um Projeto que nomeei como “Clicando o Fotografo”. É uma cópia “descarada” do blog Brian Matiash que todos os dias dou uma olhada por fotografias novas. Ai eu quis implementar aqui no Clicking The Moment para expandir os horizontes e a rede de fotografos, dos quais eu não conheço muitos!

Essa é uma sessão de fotografias que eu admiro por  fotografos que eu conheço pessoalmente ou não, que levam a fotografia como um prazer na vida, independente se é  hobbysta, amador ou até mesmo profissional.

Ainda não sei a regularidade de posts do Projeto, inicialmente tenho em mente fazer um por mês, porém a futura demanda que vai controlar o rumo. E com isso, cada post do Projeto substituirá o meu post diário, mas relaxe que eu não irei parar de postar já que eu posso redirecionar esse Projeto para os meus dias de descanso.

Sem mais delongas apresento-lhes Yuricka Takahashi, quando eu criei o meu Flickr ela foi a primeira a comentar em algumas fotos minhas. Gostei das fotografias dela, em particular a “Autumn Face” que se assemelha com uma mania minha de ficar olhando para árvores sem folhas. Outra coisa que notei foi a Câmera que ela usa, uma Nikon D90, que é meio que uma rival direta da Canon 50D que eu possuo, ambas são ótimas Câmeras. Eu já estava com vontade de inicar esse Projeto, adicionei ela e mandei um e-mail. Comentei um pouco sobre minhas ideia e ela gostou, agora ela estréia essa sessão e fiquem com algumas palavras dela e fotografias!

Você pode seguir ela no Flickr e Twitter

In the Middle of Nowhere

Nikon D90, Nikon 18-105mm, 105mm, f/5,6, ISO 800, 1/3200

Eu gosto de fotografia desde nova. Fui adapta das analógicas, me converti para o mundo das digitais, com uma compactazinha que durou um bom tempo. A DSLR comprei no principio desse ano,considero a compra como um “investimento para o meu bom humor” rs. Fotografar sempre foi um lazer, adoro essa “brincadeira” de registrar momentos, detalhes e pontos de vista. Algo como passar para o mundo uma forma particular (e porque não dizer, peculiar) de ver as coisas. Posso dizer que sou fascinada por cães, gatos,árvores, pessoas, mas acho que na verdade, eu sou fascinada por detalhes! Gosto das expressões, das mudanças de ângulo, das coisas detalhadas ou daqueles pequenos e simples detalhes que compõem toda uma fotografia.

Look with Inner Eyes

Nikon D90, Nikon 18-105mm, 25mm, f/5,6, ISO 800, 1/4000

Detalhes

Nikon D90, Nikon 18-105mm, 105mm, f/5,6, ISO 200, 1/100

A Kind of Hope

Nikon D90, Nikon 18-105mm, 75mm, f/5,6, ISO 200, 1/2500

Faith

Nikon D90, Nikon 18-105mm, 18mm, f/4, ISO 640, 1/80

Autumn Face

Nikon D90, Nikon 18-105mm, 105mm, f/5,6, ISO 640, 1/2500